Plugin Contact form 7 WordPress

Todos sabemos que o WordPress (CMS que a BlogFactory utiliza nos blogs que desenvolvemos) possui diversos plugins interessantes que facilitam nossas vidas. Porém sentíamos dificuldade em encontrar um bom plugin que nos fornecesse um formulário de contato. Achamos que o Contact Form 7 se destaca perante os mais conhecidos (WordPress Contact Form,Contact Form II) pois tem uma configuração bastante fácil e permite total customização.

O plugin permite que se grave várias configurações de formulário para utilização em diferentes lugares do blog e também permite validação dos campos. Além disso, ele tem um gerador que te auxília a criar o formulário. As respostas para as validações podem ser traduzidas para o português facilmente.

Screenshot do plugin Contact Form 7

Aconselhamos a utilização deste plugin que tende a ser adotado por vários blogs, pelo que parece, está ganhando um apoio do pessoal do WordPress.

Atualização WordPress 2.7.1

Post rápido para comunicar que temos atualização do nosso sistema de blogs preferido, o WordPress. São algumas atualizações de segurança e não podemos deixar de fazer para garantir o bom funcionamento do sistema

As dicas de atualização para a versão 2.7 também valem para esta versão, então basta seguir este post. Atualize também o wp-config.php e coloque as informações pertinentes a sua configuração de instalação do WordPress.

Como atualizar para WordPress 2.7 sem traumas

Além do Blog da Fábrica ser o blog da BlogFactory, também é um local de experiências. Por isso, já efetuei a atualização para WordPress 2.7. Explico-lhes em poucas linhas como fazer uma atualização sem traumas:

1) Faça o backup da tua base de dados e da pasta wp-content. Não esqueça de desativar os plugins;
2) Exclua as pastas wp-admin e wp-includes;
3) Faça o upload das pastas acima e também substitua os arquivos do diretório root, exceto o wp-config.php;
4) Rode o script dominio/wp-admin/upgrade.php e siga os passos.

Datas em português no WordPress

Outra dica rápida, agora para a galera que gosta de traduzir seus temas do WordPress e utilizar datas em português. O arquivo a ser alterado está dentro da pasta wp-includes e chama locale.php. Basta alterar os campos correspondentes aos meses e dias.

Vamos esperar que na versão 2.7 esse arquivo continue com a mesma função. Ainda não testei mas já li por aí que irá manter a compatibilidade.

Validação de layout: browsers e os usuários

Hoje estou aqui para deixar uma dica boa aos desenvolvedores de plantão. Todos sabemos que validação de código HTML em diversos browsers é importante, mas mesmo assim muito gente negligência esse fato. Eu particularmente costumo validar em todas as versões do Internet Explorer (a partir da versão 6), Firefox, Opera, Safari e Chrome.  

Entretanto, quando implementei {PrimeiraChance}, estava sem IE 6 na minha máquina e esqueci completamente de validar o layout neste browser. Após alguns meses, sem querer, vi meu site aberto no IE6 de um amigo, e fiquei preocupado, pois o browser estava prejudicando a experiência do usuário, não exibindo o campo de busca do site. Após alguns ajustes de CSS tudo funcionou bem, mas essa é uma experiência que eu não quero passar mais. 

Alguns podem me perguntar por quê me preocupei tanto com o IE6 e eu respondo: O IE6 tem 50% das visitas relacionadas ao Internet Explorer no {PrimeiraChance}. E a dica boa é que podemos ter todas as versões do Internet Explorer em nossa máquina. Basta instalar o programa Internet Explorer Collection. Segue o link: 

http://baixaki.ig.com.br/download/internet-explorer-collection.htm

Atualização para WordPress 2.6.5 de nossos blogs

Post rápido para comentar sobre uma nova atualização do WordPress, o CMS que estamos utilizando aqui no Blog da Fábrica e no {PrimeiraChance}. Nesta atualização, a equipe que desenvolve o WordPress corrigiu algumas falhas de segurança e funcionalidades. Você pode ver uma boa explicação de como atualizar o WordPress sem ter que alterar todo o sistema do PBlog.

Crescimento e política de cache em blogs

Em qualquer projeto sério que utilize a internet como plataforma, vários fatores devem ser levados em consideração antes de colocarmos uma aplicação em produção. E esses fatores também devem ser considerados quando implementamos um blog que pretenda ter um público razoável. Um dos fatores que irei abordar agora, e que é muito importante, é a política de cache que blogs devem adotar. Esta explicação será baseada na plataforma de blogs WordPress, pois é a que mais utilizo nos blogs que desenvolvo.

Mais uma vez irei mencionar o {PrimeiraChance} aqui, pois implementei um sistema de cache nele utilizando um plugin do WordPress. Como mencionei em um post anterior, após algumas mudanças para otimização do {PrimeiraChance}, a visitação oriunda dos motores de busca subiu consideravelmente (cerca de 400%) em um período de 2 semanas e o site já apresentava sinais de lentidão para renderizar as páginas.

Após pesquisar pelas melhores opções de plugins de cache para WordPress, fiquei na dúvida entre utilizar o Super Cache e o 1 Blog Cacher. Optei pelo 1 Blog Cacher para realizar testes e estou gostando bastante do resultado. Este plugin faz exatamente o papel que um sistema de cache estático de páginas faria, como armazenar páginas que ainda não foram acessadas em diretórios, para que uma futura requisição seja mais rápida que a anterior. E este plugin é inteligente o suficiente para identificar páginas que estão armazenadas e que foram alteradas, seja com comentários ou com a atualização do conteúdo da página e, fazer a atualização da página armazenada . Você pode ler mais sobre a instalação e configuração do 1 Blog Cacher no blog do Leo Cabral.

Futuramente falaremos de mais fatores que precisamos observar para implementar aplicações web corretamente, evitando futuras dores de cabeça por falta de planejamento.